Dalanos

Jovem trovador ansioso. Arte de Berto Souza, para Belregard.

Jovem trovador ansioso. Arte de Berto Souza, para Belregard.

Os dalanos são um povo apaixonado. Tudo em suas vidas é levado de forma extrema e dedicada. Para aqueles que observam de longe, estes homens e mulheres podem parecer demasiadamente frívolos e libertinos, mas da mesma forma que se entregam a suas conquistas, os dalanos tem uma íntima relação com as florestas pacatas que cercam seus domínios. Um velho ditado diz que “todo dalano nasce à sombra de sua própria árvore” e carrega, com isso, o prazer em tudo que há de simples. Uma pessoa nunca suporta problemas demais, basta olhar para o lado positivo das coisas e tudo, eventualmente, dará certo. Um pensamento que pode irritar os mais enérgicos e pessimistas.

Os dalanos têm uma estatura mediana, alcançando uma média de 1,70m de altura para os homens e 1,65m para as mulheres. Possuem a pele clara, muitas vezes tomada por sardas, e não faltam relatos de quão macia pode ser, seja a da donzela cortesã ou do cavaleiro galante. Os cabelos e os olhos costumam seguir um padrão claro, mas existe um fato curioso quanto ao tratamento dado às pessoas de cabelos avermelhados. Ruivos são vistos como perigosos, dados a ataques de loucura e com certa afinidade à sortilégios e feitiços suspeitos.

Anúncios